Noventa Inspirações De Estilos Variados

20 May 2019 16:09
Tags

Back to list of posts

<h1>Reforma: Enfim, Temos Uma Su&iacute;te!</h1>

<p>O Renascimento do s&eacute;culo XII consistiu num conjunto de transforma&ccedil;&otilde;es culturais, pol&iacute;ticas, sociais, e econ&ocirc;micas ocorridas nos povos da Europa ocidental. Nos s&eacute;culos XI e XII, come&ccedil;aram a realizar-se diversas transforma&ccedil;&otilde;es sociais, pol&iacute;ticas e econ&ocirc;micas. Evolu&ccedil;&otilde;es t&eacute;cnicas possibilitaram o cultivo de recentes terras e aumentaram a diversidade dos produtos agr&iacute;colas, que sustentaram uma popula&ccedil;&atilde;o que cresceu rapidamente. O desenvolvimento populacional e o acrescentamento da produtividade agr&iacute;cola permitiram um robustecimento da exist&ecirc;ncia urbana. As Especial Bom E Barato: Os Melhores (e Mais Em Conta) Restaurantes Do Ano cresceram e tornaram-se centros de com&eacute;rcio e artesanato, abandonando a tua depend&ecirc;ncia agr&aacute;ria, em volta dos castelos e dos mosteiros.</p>

<p>Muitas cidades europeias, chamadas de burgos, acabaram por tornar-se livres das rela&ccedil;&otilde;es servis e do dom&iacute;nio dos nobres (senhores feudais) se transformando em ilhas de capitalismo em um continente feudal. O com&eacute;rcio estava em franca expans&atilde;o e se imp&ocirc;s como uma das atividades econ&ocirc;micas mais determinantes da comunidade. Surgiu um novo grupo social: os burgueses (habitantes dos burgos), dedicados sobretudo ao com&eacute;rcio.</p>

[[image http://images.arquidicas.com.br/wp-content/uploads/2015/10/01232934/quarto-de-casal-bege.png&quot;/&gt;

<ul>

<li>08/08/2017 09h01 Atualizado 09/08/2017 11h15</li>

<li>Tenha um momento amorzinho</li>

<li>1 - O tecido deve permanecer bem esticado</li>

<li>dezenove Liga&ccedil;&otilde;es externas 19.1 Prefeitura</li>

<li>Esdson pitta says</li>

<li>Manuten&ccedil;&atilde;o de cota hidr&aacute;ulica e el&eacute;trica</li>

<li>Quarto de garoto: Modo proven&ccedil;al</li>

<li>3 Talheres (Garfo, faca e colher)</li>

</ul>

<p>Por motivos pol&iacute;ticos, os &quot;burgueses&quot; recebiam frequentemente o apoio dos reis, que algumas vezes estavam em combate com os outros nobres senhores feudais. Na l&iacute;ngua alem&atilde;, o ditado Stadtluft macht frei (&quot;O ar da cidade liberta&quot;) ilustra este fen&ocirc;meno. Com o restabelecimento do com&eacute;rcio com o Oriente Pr&oacute;ximo e o desenvolvimento das cidades, come&ccedil;aram a ser minadas as bases da organiza&ccedil;&atilde;o feudal. Pela quantidade em que aumentou a demanda de produtos agr&iacute;colas pro abastecimento da popula&ccedil;&atilde;o urbana, elevou-se o valor dessas mercadorias, permitindo aos camponeses maiores fundos para a compra de sua liberdade.</p>

<p>Ao mesmo tempo, a expans&atilde;o do com&eacute;rcio e da ind&uacute;stria desenvolveu recentes oportunidades de servi&ccedil;o, atraindo os servos para as cidades. Esses acontecimentos, aliados &agrave; forma&ccedil;&atilde;o dos ex&eacute;rcitos profissionais e &agrave; insurrei&ccedil;&atilde;o camponesa, contribu&iacute;ram depois pro decl&iacute;nio do feudalismo europeu, que viveu teu auge neste per&iacute;odo pr&eacute;vio ao renascimento. Robustecimento das liga&ccedil;&otilde;es comerciais com o Oriente, durante a Quarta Cruzada, onde se obteve o certo &agrave; distribui&ccedil;&atilde;o de mercadorias orientais pelo continente europeu.</p>

<p>Pela Europa Setentrional, o com&eacute;rcio ampliou-se na regi&atilde;o dos mares B&aacute;ltico e do Norte, destacando-se a localidade de Flandres, devido a tua cria&ccedil;&atilde;o de l&atilde;. As regi&otilde;es norte e sul da Europa foram interligadas por rotas terrestres e fluviais formadas pelas atividades comerciais. As feiras eram os locais de compra e venda de produtos dos negociantes. At&eacute; o s&eacute;culo XIV, as feiras mais s&eacute;rias eram na regi&atilde;o de Champanhe, Fran&ccedil;a. Esse com&eacute;rcio possibilitou o regresso das transa&ccedil;&otilde;es financeiras, o reaparecimento da moeda, ou seja, deu vida &agrave;s atividades banc&aacute;rias. 20 Modelos De Casas Com Tijolinho A Vista isto a terra deixava de ser a &uacute;nica fonte de fortuna e um novo grupo social surgiu, os mercadores ou comerciantes.</p>

<p>As cidades assumiam pap&eacute;is diversificados durante o atravessar dos tempos. Pela data do feudalismo, as cidades serviam apenas como centros religiosos e militares,e tamb&eacute;m serem ligadas ao feudo. O progresso delas s&oacute; come&ccedil;ou a aparecer quando o com&eacute;rcio se expandiu. Pela data do feudalismo, o senhor feudal tinha controle tanto no campo como na cidade. N&atilde;o havia discernimento de cidade e campo.</p>

<p>No come&ccedil;o a maioria das cidades eram cercadas por altas muralhas, fazendo deste jeito um n&uacute;cleo urbano, chamado burgo. Mas com o acrescentamento da popula&ccedil;&atilde;o os burgos ultrapassaram os limites das muralhas. Deste modo os habitantes dos burgos passaram a ser os comerciantes e artes&atilde;os, tamb&eacute;m chamados de burgueses. Com o progresso do com&eacute;rcio e do artesanato, o desenvolvimento social da burguesia bem como foi notado. Estes eram homens livres de la&ccedil;os com senhores feudais.</p>

<p>Contudo, por interm&eacute;dio do s&eacute;culo XI, no momento em que as cidades come&ccedil;aram a crescer e os burgueses aparecerem, a circunst&acirc;ncia mudou. Por causa de nesta ocasi&atilde;o as cidades tinham ganho prest&iacute;gio econ&ocirc;mico e poder e os burgueses, come&ccedil;aram a buscar sua independ&ecirc;ncia em conex&atilde;o ao feudo. Este movimento de autonomia das cidades em conex&atilde;o ao feudo &eacute; chamado de movimento comunal. Este movimento serviu de base pro recurso de emancipa&ccedil;&atilde;o de umas cidades.</p>

<p>Poderia suceder por duas formas: ou era por rua pac&iacute;fica , pagando-se ao senhor 5 Informa&ccedil;&otilde;es Infal&iacute;veis Para Uma Cozinha Com Decora&ccedil;&atilde;o Atemporal ; ou pelo exerc&iacute;cio das armas, por meio de conflito. Se fosse nesse meio, havia a uni&atilde;o de reis e burgueses, N&atilde;o Acredito Em Casas Minimalistas, Diz Arquiteto Andr&eacute; Vainer de intimida&ccedil;&atilde;o pros nobres aceitarem a independ&ecirc;ncia dos burgos.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License